Notícias

Construção representa 30% do PIB do setor

Ter, 25 de Março de 2014 09:46


Podem faltar imóveis residenciais e comerciais novos para dar conta da demanda de negócios em Porto Alegre. O quadro esboça o que se transformou o segmento, como atividade produtiva, nos anos recentes. A atividade na Capital respondeu em 2013 por 30% do PIB da construção civil no Estado, mesmo crescendo 2,5%, abaixo da média geral que foi de 5,8%. Entre as capitais brasileiras, Porto Alegre tem a menor oferta de unidades prontas, segundo o Sinduscon-RS.

Em janeiro, o estoque registrava 5,1 mil unidades (sendo 22% comerciais), o que pode se esgotar até outubro, considerando a velocidade de vendas de 6%. “Isso afasta qualquer temor de bolha imobiliária. O estoque é baixo para uma cidade do porte da Capital”, observa o presidente do Sinduscon-RS, Ricardo Antunes Sessegolo.

A expectativa é que em 2014 algumas medidas comecem a liberar o fluxo entre lançamentos e construção. Mudanças no cadastro e acompanhamento da tramitação de projetos devem se consolidar este ano, assinala. “O tempo entre a entrada do projeto e o lançamento ainda é de um ano e meio, mas esperamos que caia para seis meses.”

Fonte: http://jcrs.uol.com.br/site/noticia.php?codn=157509

TV STICC

Marreta Online

Marreta On-line

Denúncia

Denuncie informações aqui

Colônia de Férias

Colônia de Férias informações aqui