Notícias

-trabalhadores-param-em-mais-duas-obras-de-creches-da-prefeitura

Trabalhadores param em mais duas obras de creches da Prefeitura

Seg, 16 de Dezembro de 2013 09:09

O Sindicato dos Trabalhadores nas Indústrias da Construção Civil paralisou mais duas obras de creches da Prefeitura de Porto Alegre por falta de pagamento e condições insalubres de trabalho. A MFHP Engenharia LTDA, empreiteira responsável pelos canteiros, ainda não pagou a primeira parcela do 13° e nem os vales-transporte. Caso a empresa não quite as dívidas com seus funcionários, as pendências devem ser regularizadas pela Prefeitura. “Nós só queremos que os nossos trabalhadores, que estão construindo as creches e escolas desse país, tenham os seus direitos respeitados. Queremos manter, no mínimo, a dignidade deles dentro do canteiro de obras”, afirma o Secretário-Geral do STICC, Gelson Santana. A MFHP já é reincidente em não cumprir pagamento e apresentar obras em condições precárias.
As construções, localizadas na Rua Santa Catarina, n°30, Lomba do Pinheiro (Creche Estrela Mágica) e na Av. Ipiranga, nº 3780 (Instituição de Educação Infantil Integração dos Anjos), já estão com mais de 80% e 90% das suas obras concluídas, respectivamente. Entretanto, o canteiro da Lomba do Pinheiro já havia sido denunciado pelo STICC em fevereiro deste ano quanto às condições precárias de trabalho. Nessa última fiscalização foi constatado que a empresa está descumprindo as NRs n°18 e n°24, que tratam sobre questões de saúde e segurança do trabalhador.
As duas obras de creches paralisadas na Zona Sul – Jardim Urubatã e Moradas da Hípica – continuam com as atividades suspensas por falta de pagamento de alguns trabalhadores e por não terem sido solucionadas as questões de segurança.

 

Texto: Andrea Pinto 

Confira as fotos:

TV STICC

Marreta Online

Marreta On-line

Denúncia

Denuncie informações aqui

Colônia de Férias

Colônia de Férias informações aqui